terça-feira, 8 de outubro de 2013

Homem-Coisa(CAAS MARVEL)


Homem-Coisa
O Homem-Coisa (em inglês Man-Thing), é um monstro fictício publicado pela Marvel Comics. Os seus criadores foram Stan Lee, Roy Thomas e Gerry Conway (argumento) e Gray Morrow (desenhador). Em 2005 foi lançado um filme para vídeo e televisão com o personagem (Man-Thing)




inicio

O personagem apareceu pela primeira vez no Nº 1 da revista Savage Tales (Maio 1971). O Homem-Coisa é uma criatura empática de olhos vermelhos, porte enorme, movimentos lentos, vagamente humanóide e que vive nos Everglades na Flórida perto da reserva Seminole. A série é considerada um clássico de culto e influenciou escritores como Neil Gaiman  e Nancy A. Collins  que posteriormente viriam a escrever o Monstro do Pântano, para a DC Comics.




Personagem

O bioquímico Theodore Sallis (Ted Sallis), natural de Omaha, Nebraska,3 foi contratado pelo governo para desenvolver um soro que tornasse os soldados resistentes às doenças para estarem protegidos em caso de uma guerra biológica. Ted Sallis conseguiu desenvolver uma fórmula funcional, mas que tinha como efeito colateral transformar as cobaias em monstros. Por causa disso, o governo enviou o cientista para uma base secreta situada nos Everglades, com o objectivo de aperfeiçoar a fórmula e criar uma nova versão do soro do super-soldado, semelhante ao que tinha criado o Capitão América.




Quando estava quase a obter resultados, a base foi atacada por uma unidade terrorista com o objectivo de roubar a fórmula. Ted Sallis para impedir que a fórmula caísse em mãos inimigas, injectou-se com ela, sendo morto pelos terroristas e atirado para o pântano.
Passado algum tempo, surgiu uma criatura de olhos vermelhos, formada por lodo e plantas,4 no local onde Ted Sallis tinha sido atirado ao pântano. Esta criatura era uma simbiose do corpo e da alma de Ted Sallis com o próprio pântano produzida pela fórmula incompleta do soro do super-soldado.
O ser resultante dessa simbiose, o Homem-Coisa, é um empata com uma inteligência primária e sem traços de humanidade que queima com o seu toque as pessoas quando estas sentem medo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário