segunda-feira, 20 de abril de 2009

dossie zombie












um historico sobre zumbis

o brasil capas vai apresentar aqui os maiores dados possiveis que encontrar sobre zombis [mortos-vivos] na internete talvez nao encontre tudo mas tudo o que for possivel capas de quadrinhos,de filmes ,filmografias,historicos,links,hqs enfim tudo em geral sobre zombies.
por umzumbimortodefome


Zumbi
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.




Representação de um zumbi haitiano
Um zumbi, também grafado como zombi e zombie (em francês, no Haiti) é tradicionalmente um morto-vivo que foi associado erroneamente ao Vudu, crença espiritual do Caribe. O conceito do zumbi serve também como referência à servidão ou desgaste físico e doença.
Esta criatura é um ser humano dado como morto que, segundo a crença popular, foi posteriormente desenterrado e reanimado por meios desconhecidos. Devido à ausência de oxigênio na tumba, os mortos vivos seriam reanimados com morte cerebral e permaneceriam em estado catatônico, criando insegurança e medo nos vivos. Como exemplo desses meios, pode-se citar um ritual necromântico, realizado com o intuito maligno de servidão ao seu invocador.
A figura dos zumbis ganhou destaque num gênero de filme de terror no qual essas criaturas manifestam apetite pela carne humana canibalismo. Nesse caso, o termo morto-vivo (do inglês living-dead), é muito usado.
Manifestações relacionadas
Os zumbis são, freqüentemente, tema de filmes, videogames, canções, livros e outras manifestações populares. Entre estas destaca-se o evento denominado Zombie Walk, no qual os participantes caminham, trajando vestes de zumbi.



Morto-vivo
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


O fantasma de Barbara Radziwiłł por Wojciech Gerson: fantasmas são uma forma comum de mortos-vivos no folclore
Morto-vivo é um personagem mítico e fabuloso que não está vivo nem morto.
O exemplo mais conhecido são os Zumbis. Eles são mortos que não tiveram descanso e voltam à vida num tipo de transe, possuem a pele apodrecida e usam roupas esfarrapadas, possuem um cheiro forte e horrível. Normalmente, perdem partes do corpo, como os dentes ou os dedos. Perambulam sem rumo, geralmente a procura de vingança. Para serem mortos definitivamente devem levar um tiro na cabeça.
Outro exemplo conhecido são os vampiros e as múmias.
Na ciência
Sendo uma construção da mitologia e superstição, o termo "morto-vivo" não é utilizado na ciência. Na ciência e medicina, uma pessoa que é revivida de morte clínica é lembrada como viva uma vez que suas funções biológicas associadas à vida foram restauradas. A capacidade de matéria morta se comportar como se estivesse viva em representações ficionais do "morto-vivo" não é conhecida pela ciência na atualidade, e qualquer trabalho místico está fora do escopo de trabalho científico.

Vodu
Vodun é uma tradição religiosa originada na África Ocidental, que se tornou proeminente no Novo Mundo, devido à importação de escravos Africanos. Vodun da África Ocidental é a forma original da religião; Vodou haitiano, Voodoo da Louisiana e Candomblé Jeje no Brasil, são os seus descendentes no Novo Mundo.
Canibalismo
Canibalismo consiste no ato de consumir uma parte, várias partes ou a totalidade de um indivíduo da mesma espécie. Veja também o artigo Antropofagia. O termo tem origem no idioma arawan, por via do espanhol Caribales ou Canibales, falada por uma tribo indígena da América do Sul conhecida por manter essa prática. Cariba em arawak, significa "corajoso".
A prática, conforme afirmam antropólogos e arqueólogos, era encontrada em algumas comunidades ao redor do mundo. Foram encontradas evidências na África, América do Sul, América do Norte, ilhas do Pacífico Sul e nas Caraíbas (ou Antilhas. Na maioria dos casos, consiste num tipo de ritual religioso mágico como uma forma de prestar seu respeito e desejo de adquirir as suas caraterísticas.
Um dos grupos canibais mais famosos são os astecas, que sacrificavam seus prisioneiros de guerra e comiam alguns deles. Eles comiam os prisioneiros de guerra e outras vítimas, numa prática conhecida como exocanibalismo ou exofagia, ou seja, canibalismo
praticado em indivíduos de tribos diferentes. O canibalismo que consiste no acto de consumir parte dos corpos de seus parentes e amigos mortos, é chamado de endocanibalismo.
Os poucos casos de canibalismo de humanos registrados na história da sociedade ocidental moderna estão ligados a situações limites, satisfação do instinto de sobrevivência do indivíduo perante uma opção de vida ou morte.
Em 1846, um grupo de 90 pessoas liderado por George Donner ficou preso em uma nevasca no alto de Serra Nevada, na Califórnia. Os sobreviventes tiveram que comer a carne de seus companheiros mortos para permanecerem vivos. Uma história semelhante ocorreu em 1972. Um avião da Força Aérea do Uruguai, que transportava a Selecção de Rúgbi, despenhou na Cordilheira dos Andes. Apenas 16 pessoas se salvaram. O estoque de alimentos a bordo acabou rapidamente e o único meio encontrado pelo grupo para sobreviver foi recorrer aos corpos dos colegas mortos.
George Romero Nova Iorque, 4 de fevereiro de 1940 é o mais lendário e aclamado realizador de filmes de zumbis (considerados um género próprio pelos fãs nos EUA, com títulos como "Night of the Living Dead", "Dawn of the Dead" e "Day of the Dead" no seu currículo de escritor realizador.
Recentemente, Romero apostou em remakes da sua obra, e assim estreou em 2005 o filme "Land of the Dead" para voltar a fazer as delícias dos fãs do género. Alguns anos antes, o nome de Romero tinha sido considerado para realizar a adaptação do jogo de vídeo Resident Evil, mas acabou por ser retirado do projecto em detrimento de Paul W. S. Anderson.
Continuando a retomada iniciada em 2005, Romero rodou o filme Diary of the Dead, lançado em 2007. O filme foi produzido com um orçamento menor que o Land of the Dead. Existem boatos de que ele realize uma continuação direta para Diary of the Dead.
Filmografia
• 2007 - Diary of the Dead
• 2005 - Terra dos Mortos, Land of the Dead
• 2000 - Bruiser - O Rosto Da Vingança, Bruiser
• 1993 - A Metade Negra, The Dark Half
• 1990 - Dois Olhos Satânicos, Due Occhi Diabolici
• 1990 - A Noite dos Mortos Vivos, Night Of The Living Dead
• 1988 - Comando Assassino, Monkey Shines
• 1985 - Dia dos Mortos, Day of the Dead
• 1982 - Creepshow - Show de Horrores, Creepshow
• 1981 - Cavaleiros de Aço, Knightriders
• 1978 - Despertar dos Mortos, Dawn of the Dead
• 1977 - Martin
• 1974 - O.J. Simpson: Juice on the loose
• 1973 - O Exército do Extermínio, The Crazies
• 1972 - Hungry Wives
• 1971 - There's Always Vanilla
• 1968 - A Noite dos Mortos Vivos, Night of the Living Dead

Lucio Fulci
Lucio Fulci 17 de Junho de 1927 - 13 de Março de 1996 foi um diretor, escritor e ator italiano. Talvez ele seja mais conhecido por filmes de terror, incluindo Zombi 2 1979 e The Beyond 1981, mesmo ele tendo feito filmes de outros gêneros como giallo, velho oeste e comédia.
Biografia
Ao abandonar sua faculdade de Medicina, optou por uma carreira cinematográfica como roteirista e assistente de direção com diretores tais como Steno e Riccardo Freda, na qual trabalhou em uma ampla variedade de gêneros.
No início dos anos 70, começou por dirigir filmes Giallos, que foram ambos comercialmente bem sucedidos e controversos na sua representação da violência e da religião.
Em 1968, fez seu primeiro Fulci mistério Una sull'altra 1969 e seu sucesso foi suficiente para ganhar apoio para o seu projeto favorito Beatrice Cenci (1969), baseado em uma história verdadeira, o filme detalha o julgamento de uma jovem mulher acusada de assassinar seu pai sexualmente abusivo em meio à superstição e medo no século XVI. Um comentário sarcástico sobre Igreja e Estado.
Em 1971 e 1972, Fulci se restabelece, dirigindo dois excelentes Giallos: Lucertola con la pelle di donna, Una 1971 e os perturbadores Non si sevizia un paperino 1972. O antigo, com suas vívidas alucinações envolvendo assassinos hippies e este último, com os seus psicóticos seguidores religiosos e brutais assassinatos criança, eram - para dizer o mínimo - polêmicos.
Na lista negra embora brevemente e desprezado na sua pátria, Fulci encontrou trabalho na televisão com o filmes de Aventura. Em 1979, sua carreira cinematográfica atingiu outro ponto alto, ao invadir o mercado internacional com Zombi 2 1979 Zombie, A Volta dos Mortos


que tinha sido lançado na Itália como Zombi. Com as flamejantes imagens e gráficos, o filme criou uma marca gore de Fulci como diretor por excelência.
Ao longo dos próximos três anos, Fulci multiplicou seu comércio com elegância, rival mesmo da popularidade de seu "adversário" Dario Argento, com tais sanguinários clássicos como Paura nella città dei morti viventi 1980 e E tu vivrai nel terrore - L'aldilà The Beyond, 1981.
Muito do seu trabalho a partir de meados da década de 80 em diante é decepcionante, para dizer o mínimo, mas um pouco do seu brilho pode ser visto em obras como Murderock - uccide um passo di Danza 1984 e Miele del diavolo, Il 1986. Gatto nel Cervelló, Un 1990, uma das últimas obras que continua a ser uma das suas mais originais.
Em muitos de seus trabalhos, Fulci também demonstrou ser um encantador e competente ator, fez alguns papéis muitas vezes como um detetive ou médico figurante.
Lucio Fulci faleceu em sua casa em 13 de março de 1996 aos 68 anos. Foi diabético a maior parte de sua vida adulta. Ele inexplicavelmente se esqueceu de tomar a sua insulina antes de dormir. Alguns consideram a sua morte um suicídio, outros acham que se tratou de um acidente, mas todos os seus inúmeros fãs estão de acordo que foi uma tragédia. Não há como negar que ele era único.
Apesar dos anos de ataques por muitos críticos de filmes, na seqüência de um grande renascimento no culto cinematográfico dos últimos anos, Lucio Fulci ganhou um novo aspecto, e é atualmente considerado como um grande diretor de cinema de Horror, com alguns filmes a serem proclamados "obras”. Ele também recebeu elogios por seu estilo único de filmagem
Filmografia
• I ladri (1959)
• I ragazzi del juke box (1959)
• Urlatori alla sbarra (1960)
• Colpo gobbo all'italiana (1962)
• I due della legione (1962)
• Le massaggiatrici (1962)
• Uno strano tipo (1963)
• Gli imbroglioni (1963)
• I maniaci (The Maniacs, 1964)
• I due evasi di Sing Sing (1964)
• I due pericoli pubblici (1964)
• 002 agenti segretissimi (1964)
• Come inguaiammo l'esercito (1965)
• 002 operazione Luna (1965)
• I due parà (1965)
• Come svaligiammo la Banca d'Italia (1966)
• Le colte cantarono a morte e fu... tempo di massacro (Massacre Time, 1966)
• Come rubammo la bomba atomica (1967)
• Il lungo, il corto, il gatto (The Long, the short, and the Cat) (1967)
• Operazione San Pietro (1967)
• One on Top of the Other (1969)
• Beatrice Cenci]] (The Conspiracy of Torture, 1969)
• A Lizard in a Woman's Skin (1971)
• All'onorevole piacciono le donne (Nonostante le apparenze e purché la Nazione non lo sappia...) (1972)
• Don't Torture a Duckling (1972)
• White Fang (1973)
• The Challenge to White Fang (1974)
• Il cavaliere Costante Nicosia demoniaco... ovvero Dracula in Brianza (Young Dracula/Dracula in the Provinces (1975)
• The Four of the Apocalypse (1975)
• La pretora (1976)
• Seven Notes in Black (The Psychic, 1977)
• Silver Saddle (1978)
• Zombi 2 (também conhecido como Zombie Flesh Eaters/Zombie, 1979)
• Contraband (1980)
• City of the Living Dead (também conhecido como The Gates of Hell, 1980)
• The Black Cat (1981)
• The Beyond (Seven Doors of Death, 1981)
• The House by the Cemetery (1981)
• The New York Ripper (1982)
• Manhattan Baby (1982)
• Conquest (1983)
• I guerrieri dell'anno 2072 (The New Gladiators/Rome 2033 - The Fighter Centurions, 1984)
• Murder-Rock (1984)
• The Devil's Honey (1986)
• Aenigma (1987)
• Zombi 3 (1988)
• When Alice Broke the Mirror (também conhecido como Touch of Death, 1988)
• Sodoma's Ghost (também conhecido como The Ghosts of Sodom, 1988)
• The Sweet House of Horrors (1989, TV)
• The House of Clocks (1989, TV)
• Demonia (1990)
• A Cat in the Brain (Nightmare Concert, 1990)
• Voices From Beyond (1991)
• Door to Silence (1991)


Retirado dados da wikipedia por umzumbimortodefome

O classico
Night of the Living Dead
Night Of The Living Dead (lançado como A Noite dos Mortos-Vivos no Brasil e em Portugal), dirigido por George Romero, é um filme de terror independente de 1968 em preto-e-branco. Ben (Duane Jones) e Barbra (Judith O'Dea) são os protagonistas de uma história sobre a reanimação misteriosa de indivíduos recentemente mortos, e seus esforços, junto de outras cinco pessoas, para sobreviverem a noite enquanto presos em uma casa de fazenda na região rural da Pensilvânia.
George Romero produziu o filme com um orçamento de $114.000, e após uma década de relançamentos cinemáticos, faturou cerca de $12 milhões domesticamente e $30 milhões internacionalmente.[1][2] Em seu lançamento em 1968, Night of the Living Dead foi fortemente criticado por seu conteúdo explícito. Em 1999, a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos o registrou ao seu Registro Nacional de Filmes como um filme considerado "historicamente, culturalmente ou esteticamente importante".[3]
Night of the Living Dead teve um grande impacto sobre a cultura estado-unidense da era da Guerra do Vietnã, por ser carregado de críticas à sociedade do final dos anos 1960; um historiador o descreveu como "subversivo em diversos níveis".[4] Apesar de não ser o primeiro filme de zumbi, Night of the Living Dead é o progenitor de um sub-gênero contemporâneo de filmes de terror chamado "apocalipse zumbi", e influenciou o arquétipo moderno do zumbi na cultura popular.[5] Night of the Living Dead (1968), é o primeiro de cinco filmes Dead dirigidos por George Romero, e foi refeito em duas ocasiões, como Night of the Living Dead (1990), dirigido por Tom Savini, e como Night of the Living Dead 3D (2006).


História
Em 1968, o cineasta George Andrew Romero presenteou os apreciadores do cinema fantástico com aquele que seria um dos maiores clássicos cult do horror de todos os tempos, influenciando grandes massas, grande parte do cinema fantástico e até mesmo a indústria cultural. Com um orçamento apertado e utilizando durante o filme pouquíssimos cenários, o filme virou polêmica na época de seu lançamento por suas cenas de violência e pelo final apocalíptico, chamado de satanista e "contra os valores religiosos". Antes do lançamento oficial do filme, os realizadores deparavam-se com um grande problema na distribuição do filme. As produtoras puritanas da época só distribuiriam Night of the Flesh Eaters, o nome original do projeto, com cortes nas cenas sangrentas e/ou um final mais otimista, o que era completamente contra a ideologia dos responsáveis pelo filme. Produção
Enquanto cursava a Universidade Carnegie Mellon em Pittsburgh, George A. Romero embarcou em sua carreira na indústria cinematográfica. Nos anos 1960, ele dirigiu e produziu comerciais para a televisão e filmes industriais para The Latent Image, uma empresa que ele havia co-fundado com os amigos John Russo e Russell Streiner. Durante este período, o trio ficou cansado de produzir comerciais e queriam fazer um filme de terror. Segundo Romero, eles queriam capitalizar através da "sede pelo bizarro" da indústria do cinema.[6] Ele e Streiner contataram Karl Hardman e Marilyn Eastman, presidente e vice- preisdente, respectivamente, de uma firma de filmes industriais de Pittsburgh chamada Hardman Associates, Inc., e apresentaram sua ideia para o então filme de terror sem título.[6] Convencidos por Romero, uma empresa de produção chamada Image Ten foi formada, incluindo Romero, Russo, Streiner, Hardman e Eastman. Image Ten levantou aproximadamente $114.000 para o orçamento
O baixo orçamento ditou grande parte do processo de produção. De acordo com Hardman, "Nós sabíamos que não conseguiríamos levantar dinheiro suficiente para filmarmos um filme em igualdade com os filmes clássicos de terror com os quais nós havíamos crescido. O melhor que podíamos fazer era colocar nosso elenco em um local remoto e então levar o terror para visitá-los naquele local".[6] Cenas foram rodadas perto de Evans City, 30 km ao norte de Pittsburgh no rural Condado de Butler; a sequência de abertura foi filmada no Cemitério de Evans City na Franklin Road, ao sul do município. As cenas internas (subindo as escadas) foram rodadas em uma casa no centro de Evans City que mais tarde se tornou os escritórios de um proeminente físico local e médico (Allsop). Esta casa ainda existe na South Washington St. (localmente chamada Mars-Evans City Road), entre as ruas interseccionadas de South Jackson e Van Buren. As cenas externas e no porão foramilmadas em uma locação à nordeste de Evans City, próxima de um parque (essa casa foi desde então demolida).[8][9]


Cena do filme em que é utilizado Bosco Chocolate Syrup em Karl Hardman para um efeito especial sangrento.
Acessórios e efeitos especiais foram simples e limitados ao orçamento. O sangue, por exemplo, era Bosco Chocolate Syrup jogado sobre os corpos dos membros de elenco.[10] Carne consumida era presunto assado. O figurino consistiu de roupas de segunda mão, e cera de coveiro serviu como maquiagem para os zumbis. Marilyn Eastman supervisionou os efeitos especiais, figurino e maquiagem.[6] As filmagens aconteceram entre junho e dezembro de 1967 sob o título provisório de Night of Anubis e mais tarde Night of the Flesh Eaters.[11][12][2] O baixo orçamento levou Romero a filmar em filme 35 mm preto-e-branco. No final, o filme completo foi beneficiado por esta decisão; o historiador de filmes Joseph Maddrey descreve a filmagem em preto-e-branco como "estilo de guerrilha", lembrando "a resoluta autoridade do jornal cinematográfico na época de guerra". Maddrey adiciona, "parece muito com um documentário sobre a perda da estabilidade social como um filme de exploração".[13]
Situação dos direitos autorais
Night of the Living Dead passou para domínio público uma vez que o distribuidor original do filme, the Walter Reade Organization, negligenciou a adição de uma indicação de direito autoral nas cópias. Em 1968, a Lei dos Direitos Autorais dos Estados Unidos exigiu uma notificação apropriada para um trabalho manter um direito autoral.[14] Image Ten apresentou tal notificação nos frames do título do filme abaixo do título original, Night of the Flesh Eaters. O distribuidor removeu a afirmação quando mudou o título.[15] Segundo George Romero, Walter Reade "nos sacaneou".[16]
Devido ao status de domínio público, o filme é vendido em home video por diversos distribuidores. Até 2009, o Internet Movie Database lista 28 cópias de Night of the Living Dead sendo vendidas em DVD e dezenove em VHS.[17] O filme original está disponível para ser visto ou ser baixado sem nenhum custo em websites da Internet como Google Video, Internet Archive e YouTube. Até 5 de fevereiro de 2009, foi o segundo filme mais baixado do Internet Archive, com 582.049 downloads.
Sequências
Ver artigo principal: Living Dead
Night of the Living Dead é o primeiro de cinco filmes Living Dead dirigidos por George Romero. Após o filme de 1968, Romero lançou Dawn of the Dead (1978), Day of the Dead (1985), Land of the Dead (2005) e Diary of the Dead (2008). Cada filme traça a evolução da epidemia dos mortos-vivos nos Estados Unidos e as tentativas desesperadas da humanidade para lidar com isso. Como em Night of the Living Dead, Romero apimentou os outros filmes na série com críticas específicas aos períodos nos quais eles foram lançados.
No mesmo ano que Day of the Dead estreou, o co-roteirista de Night of the Living Dead, John Russo, lançou um filme intitulado Return of the Living Dead. O filme de Russo oferece uma continuidade alternativa ao filme original para se opor à Dawn of the Dead, mas agiu mais como uma sátira do que uma sequência. O filme de Russo gerou quatro continuações. A última — Return of the Living Dead: Rave from the Grave — foi lançada em 2005 como um filme para televisão.
Return of the Living Dead incitou uma batalha legal com Romero, que acreditava que Russo estava promovendo seu filme em direta competição com Day of the Dead como uma sequência ao filme original. No caso Dawn Associates v. Links (1978), Romero acusou Russo de "se apropriar de parte do título do antigo trabalho", plagiarizar o slogan promocional de Dawn of the Dead ("When there is no room in hell [...] the dead will walk the earth"), e copiar a fotografia do filme original de 1968. Romero foi, por fim, concedido uma ordem judicial que forçava Russo a cessar sua campanha promocional. Russo, entretanto, recebeu permissão para manter o título.[
O grande trash comedia de mortos vivo
The Return of the Living Dead
The Return of the Living Dead O Retorno dos Mortos-Vivos (PT)
A Volta dos Mortos-Vivos (BR)
Estados Unidos da América
1985 ı cor ı 91 min
Direção Dan O'Bannon Elenco Clu Gulager,James Karen,Don Calfa e Thom Mathews Roteiro/Guião John Daly e Derek Gibson
________________________________________
Género Terror/Comédia Idioma
"The Return of the Living Dead" (br: A Volta dos Mortos Vivos — pt: O Retorno dos Mortos Vivos),é um filme Trash dos anos 80 Baseado em "A Noite dos Mortos-Vivos", de George A. Romero, que conta a historia de um produto químico do Exército Norte-Americano a "245Trioxina",que acidentalmente vaza de um dos tanques, se espalhando pelo solo de um cemitério, e revivendo os mortos, com Clu Gulager,James Karen,Don Calfa e Thom Mathews.
Sinopse
Em um armazém de Remédios em Louisville, nos Estados Unidos,Frank(James Karen)fica trabalhando até mais tarde,treinando o novo empregado do estabelicimento Freddy(Thom Mathews),acidentalmente eles abrem um tambor conhecido como 245Trioxina contendo um espécie de gás para trazer cadáveres de volta a vida,onde também continha cádaveres de pessoas .O gás se espalha pelo estabelecimento onde trabalhavam,e acaba ressucitando um cadaver que estava em decomposição,devido aos efeitos do gás, eles pedem a ajuda do proprietário do armazém, Burt (Clu Gulager),e de seu amigo embalssamador, Ernie (Don Calfa), para cremar o cadáver.Infelizmente a fumaça que saia pela chaminé do cremátorio fez com que o efeito da trioxina que estava no cadáver acabasse se espalhando e, quando começa a chover, a fumaça vai para o cemitério, escoando nas sepulturas, fazendo com que os mortos levantem-se. Suas primeiras vítimas são alguns dos amigos de Freddy, que festejavam nas sepulturas, incluindo sua namorada, a partir daí começa uma corrida para não perderem seus donuts.
lenco
Ator Personagem
Clu Gulager
Burt Wilson
James Karen
Frank
Don Calfa
Ernie Kaltenbrunner
Thom Mathews
Freddy
Beverly Randolph
Tina
John Philbin
Chuck
Jewel Shepard
Casey
Miguel A. Nunez Jr.
Spider
Brian Peck
Scuz
Linnea Quigley
Trash
Mark Venturini
Suicide
Bill Pasold
Coronel Bill Pasold (Não creditado)
Allan Trautman
Tarman

Este e para mim o melhor filme de zombie que existe

Return of the Living Dead 3
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Return of the Living Dead 3
O Retorno dos Mortos Vivos 3 (PT)
A Volta dos Mortos Vivos 3 (BR)
Estados Unidos
1993 ı cor ı 97 min

Direção Brian Yuzna

Elenco J. Trevor Edmond, Melinda Clarke, Kent McCord e Basil Wallace

Roteiro/Guião John Penney

________________________________________
Género terror/romance/sci-fi

Idioma inglês

IMDb


"Return of the Living Dead 3" (br: A Volta dos Mortos Vivos 3 — pt: O Retorno dos Mortos Vivos 3) é a terceira parte de uma série de cinco filmes. O filme se diferencia bastante dos seus predecessores, pois adota uma linha mais dramática e séria, deixou para trás o humor negro presente nos filmes anteriores da série, e tem como base principal uma história de amor. O filme foi dirigido por Brian Yuzna (Beyond Re-Animator) e os efeitos especiais ficaram a cargo da mesma equipe que trabalhou em O Abismo (The Absy).
Sinopse
Curt (J. Trevor Edmond) e sua namorada Julie (Melinda Clarke) descobrem que a base militar da região está fazendo uma experiência secreta com o gás Trioxin, o mesmo que trouxe os mortos à vida nos filmes anteriores. Quem coordena a pesquisa é o pai de Curt, e a intenção é usar o gás como arma de guerra para que os zumbis devorem os inimigos. Curt, revoltado por não querer acompanhar o pai na sua transferência para a cidade de Oklahoma, resolve fugir com Julie. Na fuga eles sofrem um acidente, e Julie morre. Curt desesperado a leva para a base militar para ressuscitá-la com o gás, e ela se torna uma zumbi faminta por carne humana. Ainda assim, Curt quer mantê-la viva e precisa fugir do exército, que quer capturar a garota, e de uma gangue de latinos com a qual se encrencou.
Elenco
• Kent McCord as Col. John Reynolds
• James T. Callahan as Col. Peck
• Sarah Douglas as Lt. Col. Sinclair
• Melinda Clarke as Julie Walker
• Abigail Lenz as Mindy
• J. Trevor Edmond as Curt Reynolds
• Jill Andre as Dr. Beers (Chief Scientist)
• Michael Decker as Science technician
• Billy Kane as Waters (Sentry)
• Mike Moroff as Santos
• Julian Scott Urena as Mogo (as Fabio Urena)
• Pía Reyes as Alicia
• Sal Lopez as Felipe
• Dana Lee as Captain Ping
• Ray Downie as Cop #1
• Michael Northern as Squad soldier
• Basil Wallace as Riverman
• Joe Sikorra as Squad leader
• David Wells as Laboratory technician
• Cadaver Epperson as Cadaver
• Anthony Hickox as Dr. Hickox
• Brian Peck as Ballistics technician
• Jimmy Marshall as Cop #2
Dados retirados da wikipedia por umzumbimortodefome 



                                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário